Defesa Nacional lança Prémio Literário dedicado às memórias dos Antigos Combatentes

O Prémio Literário Antigos Combatentes – Memórias Militares destina-se a premiar e a tornar públicas obras de valor literário de militares ou ex-militares que combateram ao serviço do país.
​Foi publicado no passado dia 07 de dezembro o despacho que regulamenta a criação do Prémio Literário Antigos Combatentes – Memórias Militares, destinado a premiar e a tornar públicas obras de valor literário de militares ou ex-militares que combateram ao serviço do país.
Destinado aos antigos combatentes, que serviram ou ainda servem as Forças Armadas Portuguesas, o Prémio Literário Antigos Combatentes – Memórias Militares visa galardoar, anualmente, uma obra literária original, de poesia ou prosa narrativa, de conto, de crónica ou de memórias, cujo tema central deve estar ligado ao universo da memória dos antigos combatentes.
A primeira edição será lançada em data a anunciar, estando prevista a entrega dos trabalhos até 9 de abril de 2022, dia do Antigo Combatente. A deliberação do júri decorrerá até 30 de setembro, sendo o(s) vencedor(es) anunciado(s) até 11 de novembro​. A participação será de caráter individual, estando prevista a atribuição de um prémio monetário no valor de 5.000 € ao primeiro lugar e um outro no valor de 1.000€ a ser dividido pelas menções honrosas.
De acordo com o regulamento, este prémio é uma forma de «promover a perpetuação das memórias literárias baseadas em realidades experienciadas pelos militares, nas campanhas em geral e, naturalmente, de modo particular, na guerra colonial».​
A criação deste galardão é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes que pretende, deste modo, «assegurar o reconhecimento e a divulgação de obras literárias relevantes para a compreensão e edificação da nossa história coletiva», garantindo, assim, «a sua transmissão às gerações vindouras».

www.defesa.gov.pt

Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

Artigo anteriorCampanha de Recolha de Alimentos – Matosinhos
Próximo artigo«Combatente» – dezembro 2021
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here