A Câmara Municipal de Pombal e o Núcleo de Abiul/Pombal da Liga dos Combatentes, com o apoio das juntas de freguesia, realizaram no dia 6 de julho de 2019 o 3.º Encontro dos Combatentes de Pombal. A iniciativa, que contou com a presença de várias entidades civis, militares e religiosas, e teve como objetivo homenagear os combatentes do concelho de Pombal. O encontro iniciou-se com uma Missa na Igreja do Cardal, celebrada pelo Padre Higino, pároco das paróquias de Almagreira, Pelariga e Redinha.O encontro iniciou-se com uma Missa na Igreja do Cardal, celebrada pelo Padre Higino, pároco das paróquias de Almagreira, Pelariga e Redinha, onde foram lembrados os combatentes do concelho falecidos, cujos nomes estão inscritos no Monumento aos Heróis do Ultramar.
A cerimónia oficial prosseguiu depois na Avenida Heróis do Ultramar, onde está localizado o Monumento aos Heróis do Ultramar. Procedeu-se ao hastear das bandeiras Nacional, do Município e da Liga dos Combatentes e posteriormente foi descerrada uma placa alusiva a este 3º Encontro dos Combatentes, pelo presidente da Câmara Municipal de Pombal, Dr. Diogo Alves Mateus, que presidiu à cerimónia, acompanhado pelo presidente do Núcleo de Abiul/Pombal da Liga dos Combatentes, Sargento-mor António Luís. Seguiu-se a cerimónia de homenagem aos Combatentes mortos, com a deposição de uma coroa de flores junto ao monumento, tendo sido guardado um minuto de silêncio, em sua memória. As honras militares foram prestadas por uma secção de militares do Regimento de Artilharia nº 4, de Leiria.Usaram da palavra o Dr. Célio Martins Dias, que fez o enquadramento histórico do Combatente português desde a fundação de Portugal até aos dias de hoje, o Presidente do Núcleo de Abiul/Pombal e o Presidente da Câmara de Pombal. No âmbito do programa da Liga designado “Dos avós aos netos”, foi de seguida entregue o diploma de “passagem de testemunho” ao novo sócio Afonso Miguel Dias Roque. Os combatentes abaixo referidos foram agraciados com a medalha comemorativa das campanhas das Forças Armadas, atribuída aos militares que tenham servido em situação de campanha:
  • Ex-Tenente Narciso Ferreira Mota (Angola 1962 a 1964);
  • Ex-Soldado Hermínio da Silva Santos (Angola 1973 a 1975);
  • Ex-Soldado Manuel da Conceição Ferreira (Angola 1973 a 1975);
  • Ex-Soldado Manuel Luís de Barros Simões (Angola 1973 a 1975);
Estas medalhas foram transportadas por uma sócia do Programa “dos avós aos netos”.
Foram igualmente entregues o cartão e o emblema da Liga dos Combatentes a 9 novos sócios.
A cerimónia terminou com o Hino da Liga dos Combatentes que foi também entoado pelos presentes. No final era visível a alegria e o contentamento dos combatentes, familiares e da população presente. O almoço-convívio teve lugar no pavilhão da Expo-Centro, com animação musical para as cerca de 350 pessoas que participaram neste evento, proporcionando aos convivas uma tarde agradável de confraternização que se prolongou até ao anoitecer.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorCantanhede – Visita à Associação de Combatentes do Concelho de Arganil
Próximo artigoConservação das Memórias – Operação «Embondeiro 1»
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui