Mensagem do Presidente da Liga dos Combatentes

0
660
Caro Grande Combatente e Comando Marcelino da Mata
Caíste em emboscada violenta, insidiosa e sem tiros que destronou os teus oitenta anos. Respeitando os desejos de tua família a quem apresentamos as nossas mais sentidas condolências, vamos continuar na tua companhia no Talhão de Queluz da Liga dos Combatentes.
Os feitos militares de quem deixou este mundo, hoje 11 de fevereiro, registado no mundo dos vivos como Marcelino da Mata, tenente Coronel, do Exército Português, com o vencimento de capitão, são feitos da maior coragem, bravura e lealdade à Bandeira de Portugal, que jurou servir. Brilhavam no seu peito a Torre Espada, Valor Lealdade e Mérito e cinco cruzes de guerra. Reconhecimento das diferentes e mais altas entidades militares e civis do estado, pelos sucessivos feitos praticados em combate.
A Liga dos Combatentes, que em vida lutou e apoiou os objetivos, do seu membro Honorário Tenente Coronel Marcelino da Mata, alguns deles não atingidos, curva-se perante o Herói soldado que nos deixa.
A Liga dos Combatentes, certamente como acontece com as Forças Armadas Portuguesas está de luto. Morreu mais um dos seus combatentes e este dos mais bravos e corajosos no campo de batalha.
Os que não se quiserem curvar perante este homem soldado, curvem-se perante as insígnias que ele tem ao peito que são a síntese de uma vida humilde, subida a pulso, “entre perigos e guerras esforçado” devendo ser exemplo e merecer o respeito nacional.
Coloque-se no nosso espírito a Bandeira a meia Haste.
Paz à sua Alma.
O Presidente da Liga dos Combatentes
TGeneral Joaquim Chito Rodrigues
Foto: Alfredo Cunha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui