Integrado no Programa das Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios, o Núcleo de Lamego da Liga dos Combatentes, comemorou no passado dia 06 de setembro de 2021, o seu 97º Aniversário junto ao Monumento ao Combatente, na Avenida Dr. Alfredo de Sousa na cidade de Lamego. Presidiu ao ato o Presidente do Núcleo de Lamego da Liga dos Combatentes, Coronel Valdemar Lima, sendo de realçar as presenças do Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Dr. Ângelo Moura, respetiva vereação e do Presidente da Assembleia Municipal de Lamego, Dr. José Lourenço e de outras entidades civis, militares e militarizadas, as quais se quiseram associar a este ato de elevado simbolismo.
Da Cerimónia constou o seguinte programa:
11H00 – Missa de Sufrágio em honra de todos os Combatentes já falecidos na Igreja de Stª Cruz;
12H00 – Cerimónia em homenagem aos Combatentes mortos pela Pátria junto ao Monumento do Soldado Desconhecido;
– Colocação da Coroa de Flores por um militar do CTOE;
– Toque de silêncio em homenagem as todos os Combatentes Mortos pela Pátria;
– Imposição de Condecorações aos Antigos Combatentes;
– Breves palavras alusivas ao ato pelo Presidente do Núcleo de Lamego e pelo Presidente da Câmara Municipal de Lamego;
12H30 – Almoço convívio num restaurante da cidade
Contou com apoio do Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE), representado pelo seu Comandante, Coronel António Oliveira, bem como uma força que prestou as devidas honras militares, dando assim um maior realce e valor à homenagem aos Combatentes Mortos em Combate e ao aniversário do Núcleo de Lamego.
De realçar a imposição de Condecorações de Campanha e de Serviços Especiais a cinco Combatentes, que com alguma emoção, receberam uma forte ovação de todos os presentes.
O Núcleo de Lamego da Liga dos Combatentes a todos agradece a presença, realçando a especial colaboração e apoio do CTOE, na pessoa do seu Comandante, e ainda ao Capelão do CTOE, TCor Seixeira que presidiu à celebração da Eucaristia.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

Artigo anteriorVF de Xira – 92.º Aniversário
Próximo artigoFaleceu Jorge Sampaio
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here