A manhã do passado 1 de dezembro ficou assinalada pela população da aldeia de Carrasqueira, na antiga freguesia de São Domingos de Carmões, atualmente União de Freguesias de Carvoeira e Carmões no concelho de Torres Vedras, ao protagonizarem uma homenagem pública aos seus conterrâneos que faleceram no ultramar.
Uma homenagem singela que contou com o apoio organizativo do Núcleo de Torres Vedras da Liga dos Combatentes, mas de grande e sentido significado para aquelas gentes que, numa terra tão pequena, viram partir três dos seus filhos em nome e serviço da nação, a que acresceram mais dois em localidades vizinhas.
As cerimónias iniciaram-se com uma homilia na capela local seguida do descerramento de uma placa-memorial no centro da localidade, benzida pelo pároco e onde marcaram presença autarcas locais e municipais, assim como, a Liga dos Combatentes representada pelo seu Secretário-geral – Coronel Faustino Lucas Hilário e pelo Núcleo de Torres Vedras, com o seu corpo diretivo, acompanhados de diversos combatentes.
Uma guarda de honra militar vinda de Mafra deu ainda uma maior dignidade à homenagem perante a população local que se mobilizou.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

Artigo anteriorCerimónia de homenagem aos Combatentes do concelho de Gavião
Próximo artigoFoi feita Justiça com os antigos combatentes do Ultramar?
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here