No passado dia 06 de janeiro, à semelhança do que tem sucedido em anos anteriores, a Academia Militar realizou na cidade de Santarém uma cerimónia em homenagem ao seu Patrono, General Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo, também conhecido como Marquês de Sá da Bandeira, antigo aluno da Academia Real de Artilharia Fortificação e Desenho, e fundador da Escola do Exército, ambas percursoras da Academia Militar. Cerimónia que foi presidida pelo Comandante deste atual Estabelecimento de Ensino Militar, Major-general Luís António Morgado Baptista.
Evento que teve início no Largo do Seminário, com a deposição de uma coroa de flores junto à estátua do Marquês de Sá da Bandeira, seguida duma alocução evocativa da sua personalidade, vida e obra. Cerimonial que terminou no Cemitério Municipal de Santarém, com deposição de uma coroa de flores junto ao túmulo do Marquês de Sá da Bandeira, seguindo-se um minuto de silêncio e uma prece proferida pelo Capelão da Academia Militar, Reverendíssimo Padre, Coronel Borges da Silva.
À homenagem que marcou o 145º aniversário de falecimento de Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo, Marquês Sá da Bandeira, associaram-se seus familiares, bem como o Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Dr. Ricardo Gonçalves, diversas personalidades desta cidade, uma delegação de Oficiais e Alunos da Academia Militar, assim como também o Presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, Sargento-chefe de Cavalaria, Carlos José Rodrigues Sá Pombo.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorRESISTÊNCIA II
Próximo artigoCentro de Apoio Militar COVID19 já recebeu um total de 404 doentes infetados com o novo Coronavírus
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here