António Gomes nasceu em 21 de maio de 1920, é natural de Seiça e residia na localidade de Abadia/Caxarias no concelho de Ourém. Atualmente encontra-se no Lar Residencial da Barreira/Caxarias. Cumpriu o serviço militar como soldado do Exército e fez parte das “Forças Expedicionárias a Cabo Verde na II Guerra Mundial”, no período de 18 de julho de 1941 a 13 de setembro de 1943.
Aconteceu porque Portugal, embora neutro no conflito, foi pressionado pela Inglaterra e pelos EUA a reforçar a defesa das suas ilhas atlânticas (Açores, Cabo Verde e Madeira) para evitar que a Alemanha as ocupasse e tirasse proveito do seu potencial estratégico. Em 21 de maio de 2020, pelas 16H00, foi dia de festa. A filha, neto e bisnetos, amigos, utentes do Lar e proprietários, juntaram-se para comemorar o centésimo aniversário de António Gomes no Lar Residencial da Barreira/Caxarias. A chegada do aniversariante era ansiada por todos. “É fantástico como ele está ainda tão lúcido aos 100 anos” e comenta pequenos episódios passados em Cabo Verde.
Chega a hora de apagar as velas e não consegue disfarçar a excitação de estar a ser homenageado pelos familiares e amigos. ”Uma vida recheada de histórias”. Na sequência da pandemia Covid-19, participou um número reduzido de visitas que respeitaram a distância social, a etiqueta respiratória e a higienização das mãos e o aniversário decorreu em espaço exterior próprio, amplo e com condições de arejamento. A direção do Núcleo de Tomar esteve representada neste aniversário, pelo Presidente.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorReunião da Direção Central da Liga dos Combatentes
Próximo artigoApoio à Liga dos Combatentes em EPI por parte de entidades públicas e privadas
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here