Temos de honrar a memória daqueles que lutaram pela nossa bandeira e pelos familiares que nos deram um exemplo de união, resiliência, dedicação e heroísmo. Não nos podemos esquecer que aquilo de que as pessoas agora se queixam não tem comparação com o que os Combatentes passaram. Foi desta forma que o atual Presidente da CML, Dr. Gonçalo Lopes, se dirigiu aos Combatentes no 8.º Encontro de Combatentes do Concelho de Leiria que se realizou no dia 22 de setembro.
O Arquiteto José Eduardo Varandas, representante do Presidente da Liga dos Combatentes, Tenente-general Chito Rodrigues, leu a sua mensagem para os Combatentes, onde referiu que “todos estivemos sujeitos à condição militar e que foi esta que hoje nos cimenta a tranquilidade de termos cumprido um dever supremo para com o país, como militares que fomos”.
Este encontro, que reuniu centenas de Combatentes e familiares, constou de uma Eucarística em honra dos Combatentes já falecidos e foi celebrada pelo Rev. Padre e Capelão Luís Morouço, uma cerimónia militar prestada pelo RA4 de homenagem aos Combatentes que sacrificaram a vida em defesa de Portugal e terminou com um lanche convívio animado pelo Grupo de Concertinas da Bajouca. Alguns Combatentes foram condecorados com as Medalhas Comemorativas das Campanhas:
António de Jesus Nogueira (Angola 1969/1971)
António Pereira Marques (Guiné 1965/1967)
Manuel Simões (Guiné 1970/1972)
Manuel Duarte Pereira (Guiné 1970/1972)
José Pereira Duarte (Moçambique 1970/1972)
Salvador de Jesus Pereira (Moçambique 1972/1974)
Manuel Joaquim Duarte das Neves (Moçambique 1974/1975)
O Doutor Rui Pinheiro, médico voluntário no Núcleo de Leiria recebeu um louvor do Presidente da Liga dos Combatentes, em reconhecimento dos serviços por si prestados.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Partilhe!
Artigo anteriorBraga – Passeio a Trás-os-Montes
Próximo artigoVisita à Liga dos Combatentes de Delegações Partidárias
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here