Conservação das Memórias – Operação «Embondeiro 1»

0
87
Operacao.Embondeiro.2019-2
Na continuação da atividade consubstanciada no Programa Estruturante da LC, denominado “Conservação das Memórias”, deslocou-se a Angola uma delegação da “Liga” para prosseguir a tarefa já realizada na Guiné e em Moçambique. Obtida a autorização do Presidente do Executivo de Angola para que fosse viável o contato com as autoridades angolanas, após inultrapassáveis entendimentos de Estado, antecedidos por prolongados contactos do Ministro da Defesa Nacional, da Secretária de Estado da Defesa Nacional, de outros membros do governo português e da própria “Liga”, a OPERAÇÃO EMBONDEIRO tornou-se uma realidade.
Um detalhado programa protocolar foi estabelecido pelo Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, proporcionando à LC ser recebida por quase todos os Ministérios da República de Angola, sendo convidada a explicitar os seus objetivos em cada um deles, elucidando simultaneamente todos os intervenientes presentes nessas reuniões sobre as questões operacionais que a LC antevia necessárias concretizar de Norte a Sul de Angola, questões que sectorialmente preocupavam cada Ministério.A delegação da LC, composta por 5 elementos, foi chefiada pelo Presidente da LC e integrou o Vice-presidente, o 1.º Vogal administrativo, o Secretário e um novo elemento na equipa, antigo presidente do Núcleo de Sintra da LC.
A LC teve encontros de cortesia e reuniões de trabalho com o Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, com a Federação dos Antigos Combatentes, com o Governador da Província de Luanda, com o Ministro da Defesa Nacional, com o Ministro da Saúde, com o Ministro da Justiça e Direitos Humanos, com o Ministro do Interior e com o Ministro das Relações Exteriores. A delegação portuguesa apresentou cumprimentos ao embaixador de Portugal em Luanda.
Sempre que razões bem explicitadas impediram o contacto direto com os Ministros referidos, a delegação da LC foi recebida pelos Secretários de Estado das diferentes tutelas.
Dentro do programa estabelecido, foi proporcionada à LC a visita ao Cemitério de Santana e ao Cemitério das Cruzes, bem como uma visita à comuna de Quibaxe na Província do Bengo.
Paralelamente às atividades de cortesia e visitas acima referidas, parte da delegação da LC estabeleceu contactos em Luanda com empresas de construção civil, de transportes terrestres e outras, no sentido de erguer o embrião de uma estrutura de apoio logístico para futuras intervenções.
Em detalhe e por várias vezes, a LC deslocou-se aos cemitérios acima referidos para reconhecimento detalhado dos Talhões neles existentes, definindo a sua intenção na forma de os recuperar, procurando definir as modalidades de concretizar a sua recuperação e solicitando orçamentos a empresas locais para o efeito.
Toda a “EMBONDEIRO 1” foi rodeada do melhor acolhimento por parte das autoridades governamentais contactadas, salientando-se a boa convivência humana e de trabalho com o Presidente do Conselho Directivo e o Secretário-geral da Federação dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.
Uma referência final ao Secretário de Estado dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, pela sua abertura e interesse pelo que esta operação da LC representa, pelo acolhimento amistoso e sempre disponível que pautou a sua conduta, dando prova de pleno entendimento e acolhimento dos propósitos da LC e reafirmando, como Ponto de Contacto do seu Ministério e a LC, o total empenhamento para apoiar ações futuras.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorAbiul-Pombal – 3.º Encontro de Combatentes
Próximo artigoNúcleo de Santa Margarida inaugura nova sede em Constância
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here