Comemoração do Dia do Combatente e Inauguração de Monumento aos Combatentes – Decorreram, na freguesia das Cinco Ribeiras, Concelho de Angra do Heroísmo, em 14 de abril de 2019, as comemorações do Dia do Combatente e a evocação do 101.º aniversário da Batalha de La Lys. Nesta mesma data, teve lugar a inauguração de um Monumento em Homenagem a todos os Combatentes que estiveram na Guerra do Ultramar, da Freguesia das Cinco Ribeiras.
As cerimónias, foram presididas pelo Comandante da Zona Aérea dos Açores, Brigadeiro General, Piloto Aviador, Eduardo Jorge Pontes de Albuquerque Faria, contou ainda com a presença, do Presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, Dr. José Gabriel do Álamo de Meneses e de inúmeras entidades militares e civis, combatentes e famílias.
Inicialmente realizou-se a cerimónia de inauguração de um monumento aos Combatentes, erguido pela Junta de Freguesia das Cinco Ribeiras. Pretende-se com esta inauguração prestar a devida gratidão e homenagem a todos os combatentes, naturais da freguesia das Cinco Ribeiras, que tendo vivido em circunstâncias e cenários de guerra em terras distantes, de lá voltaram e hoje são olhados com admiração e, sobretudo, com imenso respeito.
Terminada a inauguração do Monumento, deu-se inicio à cerimónia Comemorativa do Dia do Combatente e da Evocação da Batalha de La Lys, com a deposição de duas coroas de flores junto ao Monumento. Depuseram as coroas de flores o Comandante da Zona Aérea dos Açores, Brigadeiro General, Pilav Eduardo Jorge Pontes de Albuquerque Faria, acompanhado pelos presidentes da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, Junta de Freguesia das Cinco Ribeiras e Presidente do Núcleo da Liga dos Combatentes da Ilha Terceira.
Foi proferida uma intervenção alusiva ao Dia do Combatentes pelo Doutor Arnaldo Ourique. Seguiu-se a imposição de condecorações aos combatentes que estiveram na Guerra do Ultramar, agraciados com a medalha comemorativa das campanhas e comissões das Forças Armadas, medalha esta destinada a galardoar todos os militares que tenham servido em situação de campanha. Foram agraciados os seguintes Combatentes:
• José Daniel da Rocha Mendes – Moçambique 1973/1974
• José dos Reis Cota Rocha Mendes – Moçambique 1973/1974
Para a realização da referida cerimónia contou-se com a importante colaboração do Comando Operacional dos Açores, e dos Comandos da Zona Marítima dos Açores, do Comando da Zona Militar dos Açores, do Comando da Zona Aérea dos Açores e da Junta de Freguesia das Cinco Ribeiras.
As forças militares presentes foram constituídas por um pelotão composto por três secções, sendo uma secção do Regimento de Guarnição N.º 1 e duas secções da Base Aérea N.º 4.
Após a cerimónia, foi realizada uma missa na Igreja das Cinco Ribeiras, com honras militares, seguindo-se um almoço-convívio na Casa do Povo das Cinco Ribeiras, no qual estiveram presentes 150 pessoas.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

Partilhe!
Artigo anteriorEstremoz – Dia do Combatente
Próximo artigoCentro de Ciência Viva – Estremoz
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1921. Constituem objetivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de ações de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objetivos, nomeadamente no que respeita à adoção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por atos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e direto dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here