A Liga dos Combatentes, através do CEAMPS, participou no IX Congresso Ibero-Americano de Psicologia e 2º Congresso da Ordem dos Psicólogos Portugueses que se realizou em Lisboa de 9 a 13 de Setembro de 2014 no Centro Cultural de Belém – Durante estes 5 dias, foram apresentadas 1.700 comunicações e mais de dois mil psicólogos, estudantes e outros profissionais marcaram presença naquele que foi o maior evento de sempre de Psicologia em Portugal! E, o nome da Liga dos Combatentes ficou mais uma vez associado a eventos internacionais partilhando comunicações científicas do trabalho realizado com combatentes portugueses e das implicações para a prática clínica…notícia
CEAMPS apresenta comunicações nos 50 anos do CPAE – A convite do Centro de Psicologia Aplicada do Exército (CPAE), o Centro de Estudos e Apoio Médico e Social esteve representado pelo Dr. António Correia e o Dr. Carlos Anunciação, na participação do seminário comemorativo dos 50 anos do CPAE, na Academia Militar, cuja temática: “A Psicologia Militar no contexto das operações Militares: A Guerra Colonial e as Forças Nacionais Destacadas”. O Dr. Carlos Anunciação é Mestre em Psicologia e Psicólogo no HMP. Colaborador e investigador convidado do CEAMPS da Liga dos Combatentes. Participou na Mesa 2 – Consequência Psicológicas da Guerra Colonial Portuguesa…notícia
Foram efectuados protocolos com Instituições de Ensino Superior, nomeadamente com a Faculdade de Psicologia e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Lusófona, com o Departamento de Psicologia e Sociologia da Universidade Autónoma de Lisboa, com a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Encontrando-se em fase de negociações finais o protocolo com a Universidade do Minho. Estão a decorrer negociações para a elaboração de protocolos com a Universidade de Aveiro, a Universidade do Algarve e com a Universidade Católica…notícia
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorCuidados de Saúde e Apoio Psicossocial
Próximo artigoInclusão Social
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here