22.09.2017 – O Núcleo de Marco de Canavezes da Liga dos Combatentes e a Câmara Municipal de Marco de Canavezes, promoveram uma cerimónia de Homenagem aos Combatentes Marcoenses Tombados na Guerra do Ultramar que teve lugar na Praça dos Combatentes do Ultramar, na qual está erguido o Monumento aos Combatentes, ao lado do qual se encontra um outro que exalta a Mãe Combatente. A cerimónia iniciou-se pelas 09h30 com a recepção às autoridades civis e militares no átrio da Igreja de Santa Maria do Marco, tendo prosseguido pelas 10h00 horas com a celebração de Missa de sufrágio pelos que Tombaram pela Pátria, sendo ministro de culto o reverendo Padre Paulo Teixeira, filho de um Combatente Marcoense.
Pelas 11h00 teve lugar na Praça dos Combatentes e junto ao Monumento dedicado aos Combatentes Marcoenses da Guerra do Ultramar a cerimónia de hastear da Bandeira Nacional, deposição de coroas de flores e alocuções alusivas, estando estas a cargo do Presidente do Núcleo – MGen PILAV Jorge Andrade; do Vice-Presidente da LC – MGen Fernando Aguda e do Presidente da CMMC – Dr. Manuel Moreira.
Uma Força Militar do regimento de Transmissões – Porto, prestou com eficiência as honras militares de ordenança nos diversos momentos da sua intervenção, tendo o Reverendo Padre Paulo Teixeira protagonizado um momento de exaltação e evocação religiosa pelos Combatentes Tombados.
As alocuções proferidas recordaram a participação e exaltaram o desempenho dos Combatentes do Marco na Guerra do Ultramar, evocando o sacrifício dos 48 Marcoenses nela Tombados e evocando a participação dos que, estando vivos e também presentes na cerimónia, regressaram à sua terra com a dignidade advinda da Missão por si cumprida em África e em Timor. A cerimónia prosseguiu com a imposição de condecorações, tendo sido imposta 1 Cruz de Guerra de 4.ª Classe e 26 medalhas Comemorativas das Campanhas.
O Hino da Liga dos Combatentes encerrou a Homenagem prestada, à qual se seguiu pelas 13h00 um almoço de confraternização num restaurante da Cidade, convívio salutar no qual se reuniram cerca de 120 participantes, entre Entidades convidadas para a cerimónia, Combatentes e suas Famílias.
Participaram neste XII Encontro de Combatentes do Marco, como Entidades convidadas, o Presidente da Câmara Municipal de Marco de Canavezes; o Presidente da Assembleia Municipal, o Vice-Presidente da CMMC; Presidentes de 5 Juntas de Freguesia de MC; Oficiais em Representação do CEME, CEMA e CEMFA; o Comandante do Regimento de Transmissões – Porto; Comandante da GNR de MC; Delegações dos Núcleos do Porto, Penafiel, Lixa e Matosinhos; Representante da Associação de Comandos – Porto; Representante da AOFA; representante da ADFA – Delegação do Porto; Presidente da Associação dos Amigos do MC; Representante da Associação Humanitária dos BV de MC; Representante da AOFA; Associação de Combatentes do Ultramar Português – Castelo de Paiva.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorInauguração de memorial aos combatentes de Pampilhosa da Serra
Próximo artigoVizela – 5.º Aniversário
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here