Na sede da Liga dos Combatentes realizou-se o tradicional convívio de Natal, no passado dia 13 de dezembro. O evento iniciou-se com uma sessão de boas-vindas, no gabinete do Presidente da DC, no decorrer da qual, usaram da palavra o Major-general Fernando Aguda que, na qualidade de Vice-presidente, e em nome da Direção Central e dos colaboradores, felicitou o Presidente da DC, desejando-lhe um Bom Natal e os maiores êxitos pessoais e profissionais. Seguidamente o Tenente-general Chito Rodrigues, na sua intervenção, agradeceu as palavras de felicitações recebidas tendo exprimido também o seu reconhecimento a todos os presentes, pela dedicação que vêm demonstrando à Instituição que servem, fazendo votos para que a todos sorrisse a alegria e a saúde nesta quadra natalícia.
Posteriormente, seguiu-se um almoço-convívio no Salão Nobre, onde decorreu um momento musical abrilhantado pelo Grupo Flor de Chá (do qual faz parte o Vogal da DC, TCor Porteira de Almeida), que interpretou vários temas da musica popular portuguesa, alusivas a esta quadra, sendo do agrado de todos os presentes a sua brilhante atuação.
Honraram-nos com a sua presença vários convidados, de que destacamos o Major-general Governo Maia, da Cruz Vermelha Portuguesa; a Direção da Associação Nacional dos Prisioneiros de Guerra; o Presidente do Conselho Supremo, General Morais Barroco, acompanhado por mais alguns elementos e o Presidente do Conselho Fiscal da Liga, Dr. Alcides Martins.
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorEdição 378 – dezembro 2016
Próximo artigoCâmara de S. Roque, na Ilha do Pico, cede instalações para o Núcleo da Liga dos Combatentes
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here