Caros membros da Liga dos Combatentes; Caros Combatentes
Ano Novo é futuro.
Futuro é esperança.
Transformar a esperança em realidade positiva, exige trabalho, persistência e um forte acreditar.
Nós combatentes e nossas famílias, nós membros da Liga dos Combatentes, estamos como sempre estivemos, disponíveis para transformar a esperança em realidade.
O ano de 2020, é um ano especial. Será o último ano do nosso primeiro centenário.
Será mais um ano de intenso trabalho do qual temos esperança que iremos continuar a registar resultados positivos para os combatentes, suas famílias e para a nossa instituição.
Desde logo a continuação da luta para a publicação de um Estatuto do Combatente, em que o reconhecimento e a solidariedade, concedam benefícios sociais, económicos e de apoio a saúde que os dignifiquem;
A Realização do Planeamento das ações a levar a efeito para comemoração do nosso centenário, 2021 a 2024;
A Garantia da solução definitiva do grave problema do Princípio da Onerosidade aplicado de forma injusta, ilegal e imoral a Liga de Combatentes;
A Continuação da luta por um aprofundamento do apoio a saúde em todos os seus aspetos e apoio social aos Combatentes e famílias, com especial atenção para a minimização da pobreza.
Prosseguir o objetivo permanente de longo prazo:  contribuir para a perenidade da Liga dos Combatentes.
Continuação do desenvolvimento dos seis Programas Estruturantes e Estratégicos da Liga dos Combatentes e que há anos vimos desenvolvendo com sucesso.
Caros membros da Liga dos Combatentes
Fazemos votos sinceros para que com a vossa ajuda a Liga dos Combatentes seja cada vez mais útil, visível e credível.
Que as nossas ações e o apoio do governo transformem o ano 2020 num ano de tranquilidade e felicidade para todos e seja visível o reconhecimento e a solidariedade do governo e Assembleia da República para com aqueles que serviram o país em situações de conflito de extrema dificuldade e gravidade.
O nosso grito continuará a desafiar-nos e a incentivar-nos em todas as circunstâncias:
Liga dos Combatentes Valores Permanentes;
Liga dos Combatentes Em todas as Frentes.
Que esse grito nos ajude a alcançar, em 2020, os êxitos desejados. Um feliz ano 2020 para todos.
Lisboa, 1 de janeiro de 2020.
O presidente da Liga dos Combatentes
Joaquim Chito Rodrigues, Tenente-general
Liga dos Combatentes
Author: Liga dos Combatentes

A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

Artigo anteriorBOM ANO NOVO repleto de saúde, paz e esperança.
Próximo artigoESTATUTO DO COMBATENTE
Liga dos Combatentes
A LIGA DOS COMBATENTES, inicialmente designada por Liga dos Combatentes da Grande Guerra, foi fundada em 1923. Constituem objectivos da LIGA DOS COMBATENTES: a. Promover a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, especial entre os jovens, do significado dos símbolos nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal; b. Promover o prestígio de Portugal, designadamente através de acções de intercâmbio com associações congéneres estrangeiras; c. Promover a protecção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos sócios; d. Cooperar com os órgãos de soberania e da Administração Pública com vista à realização dos seus objectivos, nomeadamente no que respeita à adopção de medidas de assistência a situações de carência económica dos associados e de recompensa daqueles a quem a Pátria deva distinguir por actos ou feitos relevantes praticados ao seu serviço; e. Criar, manter e desenvolver departamentos ou estabelecimentos de ensino, cultura, trabalho e solidariedade social em benefício geral do País e directo dos seus associados.

3 COMENTÁRIOS

  1. Gostei, que ao fim de 45 anos,que algo de positivo se faça para bem de todos que ainda estão ao cimo da terra, e que deram os melhores anos da sua mocidade em defesa da Pátria.

  2. Muito obrigado sr. Sr. Presidente. Iguais votos, desejo a V.Ex, familiares e a todos ex/combatentes que combateram nas três frentes da guerra colonial, ainda aqueles ou famílias que enfrentaram o poderio militar japonês em Macau e Timor leste, durante a 2 guerra mundial. Cumprimentos

  3. Senhor General Chito Rodrigues,
    Como militar que fui na guerra colonial Guiné-Bissau 68/70, quero agradecer-lhe o empenho desinteressado que tem dado à nossa causa. Ė com grande sofrimento que observo muitos de nös vivendo em total dependência depois de terendo dado o melhor da sua vida à nossa Pátria.
    Se eu poder ser util para algo disponha.
    Respeitosos Cumprimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Please enter your name here